transp

PSDCDS-PPMovimento Partido da Terra

Entrevista a Luís Saldanha

saldanhaA freguesia de Marvila está suja por culpa da Câmara, a precisar urgentemente de uma nova dinâmica. Luís Saldanha, candidato e futuro presidente da Junta de Freguesia de Marvila, quer ganhar com três prioridades: a acção social, a acção social e a acção social. A Higiene Urbana e o Parque Habitacional também vão "levar uma volta".

-Com a reestruturação administrativa, mais do que tratar de fontanários e bicas, é preciso estratégia. Qual é a sua?
A nova reestruturação da cidade de Lisboa vai ser benéfica para Marvila até porque somos nós que estamos junto da população, somos nós que a ouvimos e cabe-nos a nós resolver na hora os seus problemas, os seus anseios.


Prioridades?
A Habitação é uma delas até porque 70 por cento dos marvilenses vive em bairros sociais, muitos deles degradados e há outros que devem ser requalificados. O Espaço Público é outra das preocupações: por um lado, a questão da limpeza; por outro, os novos espaços que quero requalificar em áreas aprazíveis e verdes, nomeadamente com a criação de um parque infantil e estacionamento em espinha.


-Há infraestruturas?
A freguesia tem infraestruturas para servir a sua população até porque foi aprovada na assembleia de freguesia a construção de uma nova sede para a Junta. Eu já fiz saber que quando tivermos a nova sede, não devemos entregar a actual estrutura da Junta de Freguesia de Marvila.


-Porquê?
Pelo nosso papel na acção social. Hoje mais do que nunca, temos de cuidar dos nossos jovens e dos nossos idosos. E com esta nova dinâmica para as freguesias, nós vamos ter uma proximidade maior. Vamos ter mais dinheiro e temos equipa. A Junta de Marvila tem uma equipa de técnicos superiores que pode resolver os problemas da freguesia.


-Saneamento Básico, limpeza de ruas, nada disso o assusta?
Preocupa-me, mas não me assusta, o trabalho a mim não me assusta. Porque Marvila está suja, precisa de uma nova dinâmica. A questão da (falta) de limpeza vai ser uma bandeira de campanha porque temos tido muitas reclamações. Não temos tido apoio da CML. Pode ter a certeza que eu sendo eleito presidente da Junta de Freguesia de Marvila, pode ter a certeza, nem que eu vá para o terreno coordenar a limpeza, como fiz no passado, a situação vai mudar para melhor.


-Acção Social, Saúde, banco alimentar, solidão dos mais idosos?
Tudo isso está cabimentado no nosso projecto. A prioridade é a de criarmos uma rede social para chegarmos à terceira idade. Queremos tirar os idosos das suas residências durante o dia para que possam partilhar os seus saberes junto dos jovens, para que possam não pensar numa vida negativa mas sim numa vida positiva, num "Espaço Amizade" que quero criar. Por outro lado, a pensar nos mais novos, vamos criar um "Espaço Mais Futuro" onde os mais novos possam ficar à espera dos pais para irem para casa, dando tranquilidade às famílias.


-Luís Saldanha, qual é a sua bandeira nesta campanha?
Acção social, acção social, acção social. Numa assembleia de freguesia apresentei uma proposta que foi chumbada pelo partido socialista, que era reunir todas as instituições de cariz de solidariedade, as igrejas, as IPSS, para que pudéssemos articular com as escolas para oferecer às crianças na altura das férias grandes, uma pequena refeição. Foi negada pelo PS. Se for eleito vou cuidar dos idosos e dos jovens que estão esquecidos. Tenho que ir junto desses jovens e perceber o que precisam...acabar com esses guetos.


-Positivo e negativo da freguesia de Marvila, o que destaca?
Positivo é a nossa eleição para podermos rejuvenescer Marvila. O negativo é o estado degradado em que a freguesia se encontra.